A Ler
“Apenas Um Pouco Tarde” de Jorge Irasagarra

“Apenas Um Pouco Tarde” de Jorge Irasagarra

“Apenas Um Pouco Tarde” de Jorge Irasagarra – Exposição

Inauguração: 14 dezembro, 2019, 16:00
Data de abertura:
14 dezembro, 2019
Data de encerramento: 14 janeiro, 2020 (seg)
Local(is) / Horário: Biblioteca Municipal Florbela Espanca – Av. D. Afonso Henriques, Matosinhos, Segunda a sexta das 09h30 às 19h00 ; Sábado das 09h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30  (encerra nos dias 25 Dezembro e 1 Janeiro). Entrada gratuita.

Curadoria:

Sobre a exposição

Vinte e quatro fotografias a preto-e-branco de Jorge Irasagarra compõem a exposição “Apenas Um Pouco Tarde”, que no próximo dia 14 de dezembro, sábado, pelas 16 horas, será inaugurada na galeria da Biblioteca Municipal Florbela Espanca, em Matosinhos. A mostra ficará patente até ao dia 14 de janeiro de 2020, uma segunda feira.

Resultado de uma escolha pessoal e da imersão em quase trinta anos de negativos fotográficos e ficheiros digitais, a exposição inclui imagens captadas em Portugal, Itália, Alemanha, Espanha e Cabo Verde, traçando um roteiro nostálgico por diferente geografias e afinidades eletivas.

O título da exposição, “Apenas Um Pouco Tarde”, resulta da apropriação de um verso do poeta Manuel António Pina, ao qual, deste modo, o fotógrafo recorda e homenageia.

Estas são fotos que nos param o olhar, que nos fazem franzir o sobrolho, que reclamam explicações nunca satisfeitas. Há espaços abandonados, vandalizados, com magníficas paisagens marítimas; há marcos perdidos, mergulhados no abandono vegetal; estranhas vitórias de cavalos autênticos sobre máquinas apodrecidas de muitos cavalos mecânicos; há a inevitável atracção dos velhos pela violência do mar; e há, digo eu, uma contribuição para o alargamento de ‘cidade triste e alegre’ de Victor Palla e Costa Martins”, escreveu o jornalista Carlos Romero no texto que produziu para o catálogo da exposição.

Sobre Jorge Irasagarra Jorge Irasagarra nasceu no Porto em 1971. Publicou em 2003 o livro "Oito Cidades e uma Carta de Amor", com fotos e histórias das cidades de Budapeste, Praga, Amsterdão, Paris, Londres, Madrid, Nova York e Salvador. O livro "Oito Cidades e uma Carta de Amor" deu origem a uma exposição individual na Biblioteca Municipal Florbela Espanca, em Matosinhos, inaugurada em abril de 2006. Entrou na Mosf09, Exposição Fotográfica Contemporânea de Cabo Verde, na cidade da Praia. Em 2010, participou da exposição colectiva "Ver / See", no IGalery, na cidade de Praia, Cabo Verde. Publicou trabalhos fotográficos no jornal Público e nas revistas Notícias Magazine, O Tripeiro e Fashion From Portugal. Foi fotógrafo de cena da peça "O Vosso Pior Pesadelo", do Teatro Art'Imagem, que estreou na Casa das Artes do Porto em outubro de 2013. É autor das imagens de capa dos livros "O Silêncio de Um Homem Só", "Porto: Orgulho e Ressentimento", "Zero à Esquerda", "O Profundo Silêncio das Manhãs de Domingo" e "Aonde o Vento me Levar". Pré-selecionado para o Mira Mobile Prize B&W 2019

Sobre Jorge Irasagarra (ig: argus_nauta)

Jorge Irasagarra nasceu no Porto em 1971. Publicou em 2003 o livro “Oito Cidades e uma Carta de Amor”, com fotos e histórias das cidades de Budapeste, Praga, Amsterdão, Paris, Londres, Madrid, Nova York e Salvador. O livro “Oito Cidades e uma Carta de Amor” deu origem a uma exposição individual na Biblioteca Municipal Florbela Espanca, em Matosinhos, inaugurada em abril de 2006.

Ver Também


Entrou na Mosf09, Exposição Fotográfica Contemporânea de Cabo Verde, na cidade da Praia. Em 2010, participou da exposição colectiva “Ver / See”, no IGalery, na cidade de Praia, Cabo Verde.

Publicou trabalhos fotográficos no jornal Público e nas revistas Notícias Magazine, O Tripeiro e Fashion From Portugal.

Foi fotógrafo de cena da peça “O Vosso Pior Pesadelo”, do Teatro Art’Imagem, que estreou na Casa das Artes do Porto em outubro de 2013. É autor das imagens de capa dos livros “O Silêncio de Um Homem Só”, “Porto: Orgulho e Ressentimento”, “Zero à Esquerda”, “O Profundo Silêncio das Manhãs de Domingo” e “Aonde o Vento me Levar”.

Pré-selecionado para o Mira Mobile Prize B&W 2019

Ver Comentários (0)

Deixe uma resposta

© 2020 EFECETERA - O "EFE" É DE FOTOGRAFIA.

Ir para o topo