A Ler
Noé Sendas e Henrique Pavão no CAV, em Coimbra

Noé Sendas e Henrique Pavão no CAV, em Coimbra

NOÉ SENDAS / INVALID PASSWORDS e HENRIQUE PAVÃO / UNFINISHED PAST (revisited)

Inauguração: 15 de fevereiro, 2020
Término: 19 de abril, 2020

Local: Centro de Artes Visuais (CAV), Pátio da Inquisição 10, 3000-221 Coimbra
Entrada: livre

Curadoria: Ana Anacleto
Informações adicionais: FB do CAV ou por email para info(at)cav-ef(ponto)net
Horários:
Terça a Domingo das 14:00 às 19:00

Via organização…

“No dia 15 de Fevereiro inauguram, no CAV, as duas primeiras exposições do ciclo “Museu das Obsessões”, concebido e programado para o CAV por Ana Anacleto e que decorrerá durante todo o ano de 2020 e 2021. “Invalid Paswords” de Noé Sendas e “Unfinished Past (revisited)” de Henrique Pavão inauguram o ciclo e lançam o mote para a proposta conceptual definida pela curadora.

Noé Sendas
Invalid Passwords

Nascido em Bruxelas (1972), vive e trabalha entre Berlin, Madrid e Lisboa.
Com um trabalho absolutamente singular – que se distribui por explorações nos vários territórios tipológicos que constituem a actuação dos artistas contemporâneos, desde o vídeo, à fotografia, desde a escultura, à instalação, passando também pela prática do desenho e da colagem como valorização do momento projectual – Noé Sendas vem desenvolvendo, desde meados da década de 1990, uma consistente carreira nacional e internacional.

Com recurso, sobretudo, a material de arquivo e a uma forte relação com as estratégias de construção de sentido próprias dos universos da literatura e do cinema, tem vindo a explorar processos narrativos a partir de pequenas intervenções formais ou processuais perpetradas sobre imagens pré-existentes. Interessa-lhe a exploração dos modelos expositivos e dos dispositivos de apresentação enquanto mecanismos que testam a capacidade perceptiva do espectador.

A exposição no CAV, com uma tipologia antológica, apresenta uma selecção de trabalhos pré-existentes que atravessam toda a sua carreira – alguns mesmo nunca antes mostrados publicamente – a par de um pequeno grupo de obras novas concebidas especificamente para o contexto da exposição.

Ver Também

"She Looks Into Me" de Nuno Moreira

Henrique Pavão
Unfinished Past (revisited)

Nascido em Lisboa (1991), vive e trabalha em Lisboa.
Com uma nomeação para o Prémio Novo Banco Revelação, em 2016, a participação na edição de 2018 da bienal Ano Zero, uma nomeação para o Prémio Novos Artistas – Fundação EDP em 2019, e a apresentação de trabalho recente em duas exposições individuais significativas (uma na AppletonSquare, em Lisboa e outra na Culturgest, no Porto), Henrique Pavão tem vindo a desenvolver um percurso que, apesar de ainda recente, se mostra invulgarmente conciso e rigoroso.

Denotando um interesse pelas complexidades inerentes à relação entre as ideias de tempo e espaço, tem vindo a desenvolver uma interessante investigação (na área da imagem e, particularmente, através do uso da fotografia e do vídeo) sobre questões de duração e especificidade.

A exposição no Project Room do CAV constitui-se da apresentação de uma obra pré-existente (“Unfinished Past”) e propõe uma revisão desta a partir de uma nova reconfiguração subordinada às características físicas e arquitectónicas deste espaço específico.”

Ver Comentários (0)

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado

© 2019 EFECETERA - O "EFE" É DE FOTOGRAFIA. ALL RIGHTS RESERVED.

Ir para o topo