A Ler
Famosos na Fotografia ed.2 – Michael Jordan

Famosos na Fotografia ed.2 – Michael Jordan

Famosos na Fotografia é uma pequeníssima rubrica do EFE em que vamos relembrando o quanto gostamos das fotografias dos famosos. O que, mesmo com tanta admiração, é menos do que os famosos gostam das fotografias de si próprios.

Muito fez a Fotografia pela popularidade e, sobretudo, pela imortalização de figuras que em muitos casos são efectivamente marcos importantes na história da humanidade. Mesmo hoje, em que a maioria das celebridades parece ter adoptado o vídeo como forma preferencial de se auto-promover, a imagem fotográfica não está nem esquecida nem minimizada no seu valor, e o futuro, ou o tempo, assim o provarão.

A “Famosos na Fotografia” não tem autor fixo – como acontece com a maioria das nossas rubricas – e a periodicidade é, como de costume, algo com que nunca nos comprometemos. Vão passando!

Michael Jordan – Em Pleno Voo

Esta é certamente uma das imagens de desporto mais conhecidas e reconhecidas de todos os tempos. Nela podemos ver Michael “Air” Jordan, em pleno voo, num trabalho realizado Jacobus “Co” Rentmeester para a LIFE, corria o ano de 1984.

Co Rentmeester, holandês com uma carreira impressionante, capturou a estrela maior da NBA da altura – e provavelmente a maior de sempre – em voo, num gesto de atleticismo impressionante, em busca de mais um afundanço, numa postura que poderia ser a de um gigante do bailado.

É uma imagem bonita, ilustrativa de um ícone, mas que provavelmente não teria tido o impacto que teve se a Nike não tivesse criado um logótipo que apresentasse uma semelhança impressionante com a foto. Tão impressionante que chegou efectivamente a gerar uma batalha judicial entre Rentmeester e a Nike.

O caso do “copyright

Em 1984, a Nike pagou a Rentmeester 150 dólares por uma licença para usar a imagem “apenas para apresentação de slides”. A marca pagou posteriormente 15000 dólares a Rentmeester por uma licença de dois anos (até 1987) para usar uma fotografia produzida com base na imagem da Rentmeester (ver abaixo).

Imagem usada pela Nike, baseada na fotografia de Co Rentmeester para a criação do ®Jumpman

Contudo, segundo o fotógrafo, a empresa continuou a usar a fotografia muito para lá da data definida e acordada. Ainda em 1987, a Nike criou o famoso “Jumpman” (logótipo das Air Jordan) do qual faz uso até aos dias de hoje.

®”Jumpman”

O “Jumpman” foi gravado em milhões de sapatilhas, roupas desportivas, merchandising e posters que povoaram as paredes de milhões de quartos de jovens atletas e admiradores um pouco por todo o mundo, acabando inevitavelmente por se tornar um dos ícones comerciais mais populares de sempre. Só para que se tenha uma ideia da dimensão do fenómeno, a “Air Jordan”, uma marca dentro de outra marca (presentemente na sua 34ª edição, não contando com as edições especiais), apresentou resultados financeiros que em 2019 ultrapassaram os 3 mil milhões de dólares (cerca de 2,7 mil milhões de euros). Michael Jordan, o famoso na fotografia, é, segundo a Forbes, o receptor de cerca de 60 milhões de dólares dessas receitas a cada ano que passa.

Rentmeester decidiu processar a gigante Nike por violação de direitos autorais em janeiro de 2015. Inicialmente um Tribunal de primeira instância do Oregon decidiu a favor da Nike, mas Rentmeester apelou. O Tribunal de Apelação emitiu uma decisão no ano passado, em que afirma que Rentmeester não “provou que a Nike tenha copiado o suficiente da expressão protegida da sua fotografia para poder estabelecer apropriação ilegal”.

Ver Também

Famosos na Fotografia ed.1 - Beatles "Pillow Fight"

O Tribunal de Apelação decidiu ainda que Rentmeester “não pode fazer o copyright da pose em si e, assim, impedir que outras pessoas fotografem uma pessoa na mesma pose. Ele tem apenas direito à proteção da maneira como a pose é expressa na sua fotografia, um produto não apenas da pose, mas também do ângulo da câmera, do tempo de exposição e da velocidade do obturador que Rentmeester escolheu. ”. Esta decisão judicial sublinha a importante distinção entre a protecção de uma imagem e a protecção de uma ideia expressa numa imagem.

Acerca de Jacobus “Co” Rentmeester

Jacobus “Co” Rentmeester foi, enquanto jovem, um remador medalhado que chegou mesmo a competir nos Jogos Olímpicos de 1960 em Roma. Ficou em quinto! Profissionalmente, e assim que terminou a sua formação, entrou para a revista LIFE (1965), passando para uma posição definitiva logo ano seguinte.

Rentmeester cobriu a Guerra do Vietnam e recebeu mesmo o prémio World Press Photo of the Year com a sua imagem de um artilheiro de tanque (imagem abaixo). Destaque para o facto de esta ter sido a primeira fotografia colorida a ser agraciada com tal honra. Durante o conflito chegou a ser ferido por um atirador.

"The Cavalry Moves Out In Vietnam" © Co Rentmeester / LIFE Photo Collection

Após a LIFE, trabalhou para a Sports Illustrated, National Geographic, Stern, e The New York Times Magazine. Ganhou o prémio de Melhor Fotógrafo Desportivo do Ano e Melhor Fotógrafo de Revista em 1972. A sua fotografia de bebés prematuros foi apresentada na última capa da segunda encarnação da LIFE, em maio de 2000. Rentmeester recentemente um Lucie Award (2018) pelo seu trabalho desenvolvido em prol da fotografia de desporto.

Ver Comentários (0)

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado

© 2019 EFECETERA - O "EFE" É DE FOTOGRAFIA. ALL RIGHTS RESERVED.

Ir para o topo